Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Alice no País das Maravilhas acontece nesta quarta-feira, no Teatro Amazonas

Clássico infanto-juvenil contará com duas sessões, às 16h e às 19h. Alice no País das Maravilhas acontece nesta quarta-feira, no Teatro Amazonas Divulgação O espetáculo musical ‘Alice no País das Maravilhas’ estará em cartaz nesta quarta-feira ( 23), véspera de feriado, no Teatro Amazonas, Centro. O clássico infanto-juvenil contará com duas sessões, às 16h e às 19h, e os ingressos já podem ser adquiridos pelo valor de R$ 15 meia e R$ 30 inteira na bilheteira do teatro. O espetáculo promete envolver e encantar o público com atuações, texto, figurino e cenário produzidos por uma das maiores companhias de teatro do Amazonas, a Companhia Metamorfose, em parceria com a Suanam Produtora Cultural. De acordo com a diretoria da companhia, Socorro Andrade, a magia do espetáculo irá criar emoções diversas dos espectadores. “Estamos desenvolvendo algo mágico, pois Alice no País das Maravilhas pede isso. E estamos preparando um verdadeiro espetáculo que irá encantar e envolver o público presente. Dessa forma convidamos todos a participarem desse musical que marca também o mês das crianças. Será mais uma opção para a população”, contou. Mais informações podem ser encontradas nas redes sociais da Companhia de Teatro Metaformose @ciadeteatrometamorfose e da Suanam @suanamcultural. Sinopse A história de uma menina curiosa que decide seguir um coelho branco, quando de repente cai em sua toca e é levada a um reino onírico, onde convive com criaturas estranhas e se envolve nas mais inusitadas aventuras. Neste universo inesperado, não há limites entre sonho e realidade. Mais do que uma obra ficcional-juvenil, Alice no País das Maravilhas é uma alucinante viagem por um mundo nada óbvio em que imaginação, desafios de lógica, jogos de palavras e situações nonsense combinam-se de maneira única e inesquecível.
Tue, 22 Oct 2019 14:01:29 -0000
Governo do ES contrata empresa e promete Aquaviário funcionando em 2020

Empresa que venceu o processo de licitação vai realizar serviços de desenvolvimento de Licenciamento Ambiental e os Projetos Básicos e Executivos de Engenharia para construção de quatro píeres. Governo do ES anuncia contratação de empresa que vai fazer projeto de aquaviário Uma empresa foi contratada pelo Governo do Espírito Santo para desenvolver os projetos da primeira etapa de implantação do modal aquaviário. A previsão é que o trabalho fique pronto em 150 dias. A intenção do governo é que o novo sistema de transporte coletivo da Grande Vitória esteja funcionando em 2020. Os projetos realizados pela empresa que venceu a licitação contemplam o desenvolvimento de licenciamento ambiental e os projetos básicos e executivos de engenharia para a construção de quatro novos píeres na Grande Vitória. "Agora vamos executar o projeto executivo. Esse é o projeto final de toda infraestrutura necessária para que os barcos possam fazer o transporte das pessoas. Essa estrutura é necessária, pois é preciso fazer uma série de verificações no mar, desde batimetria, que é a profundidade, até a topografia. Também tem as sondagens, por causa da estrutura dos píeres. A partir disso se faz o processo executivo para que possamos ter uma maior segurança para a população que usar esse novo tipo de transporte", explicou o secretario de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno. Baía de Vitória vai receber píeres que fazem parte do novo sistema de transporte da Grande Vitória Reprodução/ TV Gazeta O secretário contou ainda que os quatro pontos previstos para a construção dos píeres para atracagem das embarcações são Prainha, em Vila Velha, Enseada do Suá e Centro, em Vitória, e o bairro Porto de Santana, em Cariacica. "Esses quatro pontos são os que nós vamos ter uma relação melhor com o Transcol. O sistema aquaviário não pode ser isolado, se não a população acaba não utilizando. Na Prainha é possível fazer uma conexão com o Terminal de Vila Velha. Na Enseada do Suá e no Centro tem várias linhas que passam para outros municípios. Em Porto de Santana tem uma densidade muito grande de pessoas que moram perto e a proximidade com os terminais de Itacibá e Jardim América ajudam", explicou. Segundo Fábio Damasceno, ainda não está definido a quantidade de barcos que vão compor o modal aquaviário. O que se sabe no momento é que cada embarcação terá de 100 a 150 lugares disponíveis. "Vamos ter píeres diferenciados, os barcos vão ter ar-condicionado e faremos a implantação do uso do bilhete único, que é o mesmo usado nos ônibus. É um novo sistema, uma nova forma de transporte, mas vamos ter essa integração com o Transcol", concluiu. Veja o plantão de últimas notícias do G1 Espírito Santo
Tue, 22 Oct 2019 14:01:26 -0000
VÍDEOS: Bom Dia Tapajós de terça-feira, 22 de outubro

Assista aos vídeos do telejornal. Assista aos vídeos do telejornal.
Tue, 22 Oct 2019 14:00:26 -0000
Cientista testa terapia gênica para impedir replicação do HIV em pacientes na França

Hematologista franco-italiana espera conseguir eliminar o vírus HIV modificando geneticamente as células-tronco de pacientes soropositivos. Os testes clínicos serão realizados no hospital público Saint Louis, em Paris. Teste rápido de sífilis, HIV e hepatites Reprodução/Rede Amazônica/Arquivo Vencer as doenças hereditárias é o desafio da cientista Marina Cavazzana, hematologista do hospital Necker e especialista em terapia gênica no Instituto francês Imagine - que financia, com fundos publicos e privados, pesquisas inovadoras. A hematologista franco-italiana foi uma das pioneiras na utilização da técnica, a testando pela primeira vez, em 1999, em crianças portadoras de um déficit imunológico grave e irreversível. Brasileiro com câncer terminal terá alta após terapia genética pioneira Vírus do HIV é eliminado do genoma de animais vivos em pesquisa nos EUA A experiência abriu as portas para novos tratamentos que permitiram a cura nos anos seguintes de diversos pacientes vítimas de patologias hereditárias graves. Desde então, a cientista estuda o uso de células-tronco geneticamente modificadas em laboratório para tratar essas doenças. Agora, Cavazzana se prepara para um novo desafio: combater o vírus HIV utilizando as terapias genéticas e talvez liberar os doentes dos tratamentos retrovirais, que representaram um grande avanço, mas ainda têm diversos efeitos colaterais. Timothy Brown, paciente curado da síndrome após transplante de medula óssea. TV Globo/Reprodução/Arquivo O projeto foi lançado há dez anos e inspirado no caso de Timothy Brown, o chamado “paciente de Berlim.” Em 2007, vítima de uma leucemia, ele foi submetido a um transplante de medula óssea. Os especialistas escolheram um doador que possuía uma mutação genética que o tornava resistente ao HIV. O resultado é que Brown foi curado da síndrome, para espanto da comunidade cientifica mundial. A ideia agora é utilizar os chamados “lentivírus”, microrganismos com longos períodos de incubação e pertencentes à mesma família do HIV, para transportar os genes terapêuticos que vão combater o vírus. Esse genes serão inoculados nas células-tronco da medula dos pacientes, retiradas previamente e corrigidas geneticamente em laboratório para inclusão dos antivírus. Em seguida, as células serão novamente injetadas nos doentes. Células do vírus HIV (viriões), em imagem microscópica produzida em 2011 Maureen Metcalfe, Tom Hodge/CDC/AP A expectativa é criar nos pacientes uma “resistência” ao vírus da Aids, que impediria sua replicação no organismo. O antivírus, explicou a cientista à RFI Brasil, contém um RNA (ácido ribonucleico, essencial no comando e coordenação dos processos biológicos) que vai diminuir ou anular completamente a transcrição do co-receptor da membrana do vírus HIV. “Ao mesmo tempo, ele vai fazer com que uma proteína atue impedindo a fusão do “envelope” do vírus à membrana celular", explica a pesquisadora. "Por enquanto prefiro esperar pelos resultados, porque ainda não tratamos nenhum paciente e não sabemos se vai funcionar” – Cavazzana, hematologista. O protocolo dos teste clínicos, que demorou anos para ser finalizado, diz, ainda não tem data exata para começar, porque depende de pacientes que preencham os critérios de inclusão na pesquisa – serão tratados soropositivos que também têm um tipo especifico de linfoma em um estágio ainda pouco agressivo. O linfoma é um câncer que surge como uma complicação do HIV. Por essa razão, a experiência será realizada no hospital Saint Louis, que possui um centro de referência na área, em parceria com o especialista do setor, o hematologista francês Eric Oksenhendler. Se o tratamento genético der certo, diz a pesquisadora vai tornar a carga do vírus indetectável sem a necessidade de medicamentos. Ainda não é possível falar em cura, mas a doença poderia se tornar definitivamente inócua para o organismo, já que a célula ficaria protegida do ataque do HIV. “Com o tempo, o vírus não conseguira mais se replicar”– Cavazzana, hematologista. A pesquisa marca um grande passo na carreira da cientista, que, pela primeira vez, vai utilizar a terapia gênica em uma doença infecciosa. Independentemente do resultado, os testes vão permitir o desenvolvimento de novas “armas terapêuticas” para livrar os pacientes dos vírus. “Mesmo se o protocolo não dê o resultado esperado, que é o de interromper definitivamente a triterapia, teremos sem dúvida informações muito importantes para melhorar os protocolos futuros”, avalia. ONU indica aumento no número de infecções pelo HIV no Brasil Colaboração com o Brasil A pesquisadora franco-italiana realiza diversos projetos paralelos e um deles envolve o Brasil. Em 2018, ela esteve no pais e avaliou a possibilidade de construir uma unidade de terapia gênica no hospital da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. A troca de experiências com o professor Vanderson Rocha, diretor do Serviço de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular do Hospital das Clinicas, incluiu o intercâmbio com o pediatra Luiz Guilherme Darrigo Junior, especialista no transplante de medula óssea pediátrico. Ele passa por uma temporada em Paris para trabalhar ao lado da pesquisadora francesa. “Ribeirão Preto tem um destaque no cenário brasileiro no transplante de medula óssea para pacientes com Anemia Falciforme. Temos sido pioneiros nesse tipo de tratamento para crianças e adultos com a doença. Pensamos que a terapia gênica pode trazer alento em alguns pacientes que estejam sentindo dores." – Darrigo, pediatra. A Anemia Falciforme é uma doença genética com maior incidência em afrodescendentes e provoca a deformação dos glóbulos vermelhos. O objetivo, diz, é levar o know-how da experiência da cientista na Anemia Falciforme, para o Brasil. “A ideia é num futuro próximo sermos capazes de também trabalhar com terapia gênica para anemia falciforme na cidade de Ribeirão Preto.” Uma parceria que deve trazer vários benefícios para a população do pais.
Tue, 22 Oct 2019 14:00:07 -0000
Senado deve fazer hoje a última votação da reforma da Previdência
Proposta já passou em 1º turno, mas precisa ser votada mais uma vez. Se for aprovada, será promulgada pelo Congresso. Senado deve fazer hoje a última votação da reforma da Previdência Proposta já passou em 1º turno, mas precisa ser votada mais uma vez. Se for aprovada, será promulgada pelo Congresso.
Tue, 22 Oct 2019 13:59:31 -0000
Ingressos para show do Raça Negra em Cuiabá começam a ser vendidos

Bilhete custa entre R$ 40 (área vip) e R$ 1,8 mil (mesa). Luiz Carlos e companheiros da banda trazem no repertório sucessos como 'Cheia de Manias' e 'Medida Exata' Divulgação A banda Raça Negra realizará um show no Parque de Exposições de Cuiabá, no dia 16 de novembro. Os ingressos já estão disponíveis para a venda. O bilhete custa R$ 40 para a área vip meia promocional e R$ 80 inteira. O ingresso para o espaço perto do palco custa R$ 60 meia entrada e R$ 120 inteira. A meia entrada para o camarote também custa R$ 120 e R$ 180 inteira promocional. Já a mesa para seis pessoas com algumas bebidas inclusas, além de atendimento exclusivo custa entre R$ 1,2 mil (setor C) e R$ 1,8 mil (setor A). Com 33 anos de carreira, Luiz Carlos e os companheiros da banda trazem no repertório sucessos como 'Cheia de Manias', 'Medida Exata', 'Te Quero Comigo', entre outros hits. Os ingressos podem ser adquiridos pela internet ou nos pontos de venda, no Pantanal Shopping, Goiabeiras Shopping e na Papelaria Graffite, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Quando: 16 de novembro Onde: Parque de Exposições de Cuiabá Ingresso: Entre R$ 40 e R$ 1,8 mil
Tue, 22 Oct 2019 13:57:12 -0000
Guarda municipal tem surto psicótico e dispara arma de choque contra homem no Centro de Juiz de Fora

Segundo a PM, servidor estava de volta ao trabalho há cerca de um mês depois de ter sido afastado por apresentar histórico de problemas de saúde mental. Arma de choque não letal Luís Gustavo Malheiros/Prefeitura de Macaé Um guarda municipal, de 46 anos, disparou um tiro de arma de choque não letal - conhecida como Spark, contra um homem de 34 anos, na tarde desta segunda-feira (21), no Centro de Juiz de Fora. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o servidor público provocou o disparo após um surto psicótico A vítima, um consultor de vendas, de 34 anos, estava trabalhando numa loja na Rua Marechal Deodoro quando foi surpreendido pelo ataque, sem que tivesse iniciado nem um tipo de comunicação com o guarda municipal. Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), um outro guarda que acompanhava o servidor, relatou aos policiais que os dois estavam em ronda quando o guarda foi até um vendedor ambulante que conserta relógios e, em movimento contínuo, sacou a arma de choque e disparou contra o consultor de vendas. Após disparar, de acordo com testemunhas, o servidor teria falado "agora eu sou o novo comandante, não se preocupem" e teve que ser contido por colegas de trabalho. Local onde Guarda Municipal disparou contra consultor de vendas no Centro de Juiz de Fora Giordanna Neves/G1 Neste momento, a vítima caiu ao chão após um dos dardos acertar seu tórax, na altura da costela. Ele foi socorrido pelo colega de trabalho do guarda que atirou. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e o consultor foi levado para o Hospital de Pronto Socorro Dr. Mozart Teixeira (HPS). onde foi consultado, submetido a um raio x e liberado. Ainda segundo a PM, o guarda municipal foi levado primeiro para casa, onde teve um novo surto, ficou agressivo e quebrou diversos objetos, além de danificar o carro da esposa. Ele foi levado então para o HPS. No hospital, foi atendido por um psiquiatra que o medicou e o internou na instituição. No BO, a PM informa que foi dado voz de prisão ao servidor por lesão corporal. Ainda segundo a corporação, ele permaneceu internado sob escolta policial e da própria Guarda Municipal. Ao G1, a Secretaria de Saúde informou que o homem foi liberado, após a esposa assinar termo de responsabilidade. A arma de impulsos elétricos foi apreendida. O G1 também entrou em contato com a Polícia Civil para saber se o caso será investigado e aguarda resposta. Guarda já apresentava problemas de ordem mental, diz PM A Polícia Militar também informou na ocorrência que não foi a primeira vez que o envolvido apresentou problemas de ordem mental. Segundo relato de colegas de trabalho, o servidor esteve afastado de suas funções por esse motivo, mas havia sido liberado para trabalhar há cerca de um mês por uma médica do Departamento de Ambiência Organizacional (Damor), vinculado à vinculado à Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH) da Prefeitura de Juiz de Fora. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc), órgãos que gerencia o trabalho da Guarda Municipal, para saber se o funcionário será afastado. Em nota, a Sesuc não confirmou o afastamento, mas explicou que a Corregedoria da Guarda Municipal foi acionada para apuração dos fatos e elaboração do relatório técnico. Veja a nota na íntegra abaixo. "Tão logo tomou ciência do ocorrido, a Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania buscou informações acerca da devida prestação de socorro aos envolvidos no fato. Em seguida, a fim de tomar as medidas administrativas cabíveis, foi acionada a Corregedoria da Guarda Municipal para apuração dos fatos e elaboração de relatório técnico. O documento confeccionado pelo Corregedor será juntado ao laudo médico do servidor e ao registro de ocorrência produzido pela Polícia Militar a fim de subsidiar as ações da Administração Municipal."
Tue, 22 Oct 2019 13:57:06 -0000
Empresa recruta trabalhadores para 70 vagas temporárias, em Guarapuava

Postos de trabalho são para o setor da indústria e produção rural. Cerca de 200 pessoas formaram uma fila para o recrutamento nesta terça-feira (22). Trabalhadores aguardam em fila para processo seletivo Divonei Ravanello/RPC Guarapuava Um processo seletivo para vagas temporárias está contratando 70 trabalhadores, em Guarapuava, na região central do Paraná. O recrutamento fez com que uma fila se formasse em frente a empresa que gerencia o processo na manhã desta terça-feira (22). A empresa estima que cerca de 200 pessoas compareceram ao local para se candidatar a uma vaga de trabalho. Conforme os recrutadores, as vagas abertas são para o setor da indústria e produção rural. O tempo de contrato varia de 60 a 120 dias, dependendo da função. Para concorrer a uma das vagas, o candidato precisa ter o ensino fundamental completo e levar documentos pessoais até a empresa que está recrutando. Veja o endereço abaixo. Não há prazo para que a seleção termine, no entanto a empresa que está gerenciando a seleção de trabalhadores acredita que as vagas serão preenchidas até o fim desta terça-feira. Moradores dos bairros Primavera, Industrial, Residencial 2000, São Cristóvão, Recanto Feliz, Conradinho e Adão Kaminski têm preferência na contratação. De acordo com Marco Borges, proprietário da empresa que está gerenciando o recrutamento, a agência tem um percentual grande de pessoas que são efetivadas nas vagas temporárias, "Essas vagas são uma espécie de treinamento. A pessoa conhece a cultura da empresa e pode se adaptar de forma muito positiva. Uma oportunidade é sempre imprevisível. Você pode transformar essa vaga temporária em algo definitivo", disse. Serviço Seleção para vagas temporárias Onde: Employer, Rua Senador Pinheiro Machado, 1803 Horário de atendimento: das 8h às 18h O que levar: documentos pessoais Veja mais notícias da região no G1 Campos Gerais e Sul.
Tue, 22 Oct 2019 13:55:24 -0000
MPF pede que parte da Ilha do Bananal seja interditada após indígenas que vivem isolados serem avistados

Pedido foi feito à Fundação Nacional do Índio. Antropóloga ouvida pelo MPF diz acreditar que os indígenas sejam do povo Avá-Canoeiro. Indígenas foram avistados na Ilha do Bananal Sidney Silva/Divulgação Uma área no interior da Ilha do Bananal pode ser interditada após um brigadistas avistar indígenas vivendo isolados na região. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) em recomendação emitida para a Fundação Nacional do Índio (Funai) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O G1 pediu posicionamento da Funai e ICMBio e aguarda resposta. A Ilha do Bananal é considerada a maior ilha fluvial do mundo, com cerca de 20 mil quilômetros quadrados de área protegida. Os indígenas foram avistados no dia 9 de outubro por um brigadista do PrevFogo que atuava na região para conter um grande incêndio florestal. Conforme o MPF, uma equipe estava se deslocando em um helicóptero para procurar focos de incêndio na ilha quando avistaram oito indígenas de uma etnia não identificada, sendo seis adultos e duas crianças. O homem que avistou as pessoas, na região conhecida como Mata do Mamão, cresceu em meio a indígenas da Ilha do Bananal e é falante da língua Iny, falada pelo povo Karajá e Javaé. Ele declarou aos responsáveis pelo combate às chamas que as pessoas avistadas são completamente diferentes dos povos Javaé e dos Karajá. De acordo com uma antropóloga ouvida pelo MPF, os indígenas avistados provavelmente são do povo Avá-Canoeiro, também conhecido como "Cara Preta". A recomendação do MPF pede que sejam tomadas providências para proteção e isolamento dessa população, adotando-se medidas para evitar a entrada de pessoas estranhas ao local. O povo Avá-Canoeiro tem poucos membros registrados pela Funai. Alguns grupos ainda vivem isolados na região do Parque do Araguaia e têm sido avistados nos últimos anos. Em 2018, uma decisão da Justiça Federal determinou a demarcação da terra onde vive o grupo com 28 membros. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Tue, 22 Oct 2019 13:54:39 -0000
Seis detentos fogem do Presídio de Mantena, dois foram capturados

Estado não divulgou como detentos conseguiram escapar, mas informou que foi aberto procedimento para apurar o ocorrido. Seis detentos fugiram do Presídio de Mantena na noite desta segunda-feira (21). Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a fuga foi realizada por volta das 22h. O órgão não confirmou como os detentos conseguiram escapar. Ainda de acordo com a Sejusp, dois dos fugitivos foram recapturados nas imediações da unidade prisional: Francismagno Santos Batista, 30 anos; e Gerson de Souza Oliveira Filho, 30 anos. Seguem foragidos: Bil Clynton Lopes de Morais, 26 anos; Davi Ramos Cazote, 20 anos; Elberte Antônio Lopes, 37 anos; e Jardel Thiago da Rocha, 22 anos. Não foi divulgado por quais crimes eles foram presos. A Sejusp informou ainda que “um procedimento preliminar interno será instaurado para apurar administrativamente o ocorrido. A Polícia Militar foi acionada para dar apoio nas buscas. A direção da unidade lavrou um Registro de Eventos de Defesa Social (REDS) e comunicou a Justiça sobre o fato”. Sejusp divulgou foto dos fugitivos do Presídio de Mantena SEJUSP/Divulgação Veja mais notícias da região em G1 Vales de Minas Gerais.
Tue, 22 Oct 2019 13:54:09 -0000

Offers and services for you

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright 2019 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info